O que significa para o meio ambiente o projeto "China’s One Belt, One Road"?

, par  Globalization Monitor

O projeto chinês One Belt, One Road (OBOR) procura desenvolver redes de cooperação, comércio e infra-estruturas entre a Ásia, África e Europa através da criação de um Cinturão Económico da Rota da Seda e de uma Rota Marítima da Seda.

Desde que essa estratégia de desenvolvimento foi proposta pela primeira vez no final de 2013, ela tem atraído cada vez mais a atenção do mundo à medida que mais e mais países têm assinado vários acordos de cooperação com a China relacionados ao projeto. Descrita como "globalização 2.0", a iniciativa tem um potencial de impacto significativo na economia mundial, expandindo simultaneamente os interesses políticos e económicos da China a nível internacional.

Embora muitos governos e empresas tenham aparentemente saudado a política pelas suas oportunidades e desenvolvido estratégias para extrair os maiores benefícios para os interesses das elites políticas e do capital, do ponto de vista dos impactos na vida das pessoas comuns e no mundo em que vivemos, a política é digna de escrutínio. Uma das áreas onde as preocupações significativas precisam ser levantadas diz respeito ao que a globalização promovida pela China através do OBOR pode significar para o meio ambiente.

Ver online : Globalization Monitor

Navigation

Journal des Alternatives, une plateforme altermondialiste

Siga Intercoll.net

Redes sociais - RSS