O direito à herança e ao retorno, chaves para a paz na Palestina

, par  Ilan Pappe, Orient XXI, Tamar Yaron, Uri Davis
Fresque murale à Gaza

O "processo de paz" que culminou nos Acordos de Oslo em 1993 não conseguiu ignorar duas questões-chave: a natureza do Estado de Israel e a do direito de retorno dos palestinos expulsos em 1948. No entanto, em 2005, um relator especial das Nações Unidas, Paulo Sérgio Pinheiro, definiu "Princípios" sobre o retorno do alojamento dos deportados ou deslocados. Precisos e detalhados, eles merecem ser relidos à luz da contínua passividade da comunidade internacional sobre os direitos dos palestinos.

Ver online : Orient XXI

Navigation