FSM 2013 : quando o altermondialismo tem encontro marcado com a primavera árabe

, par  CAMERON Ronald

O encontro entre o Primeiro ministro tunesino, um dirigente do partido islâmico Ennahda, e uma delegação do Conselho Internacional (CI) do Fórum social mundial (FSM) confirmou o interesse do governo da Tunísia para facilitar a realização do FSM 2013, previsto do próximo 23 ao 28 de Março, em Túnis. A presença do FSM em solo tunesino agrada a Hamadi Jebali, nomeadamente para fortalecer a sua posição junto de instâncias europeias. No entanto, a partida não está ganha para o FSM de 2013, e pode identifiar-se, depois do último encontro do CI em Monastir, diferentes desafios políticos e organizacionais.

A nível mundial, trata-se de saber se o movimento altermundialista conseguirá o seu encontro com os movimentos sociais desta região do planeta, iniciadores de uma verdadeira revolução democrática. No entanto, para tal, a questão que permanece é saber se a abordagem inclusive do FSM conseguirá convencer todas as correntes activas nos movimentos sociais a participarem no evento.

Um certo cepticismo persiste, é verdade, sobre o impacto dos fórums sociais ou sobre o da primavera árabe. Alguns consideram que a fórmula de um fórum social tem pouco impacto. Muitos estimam também que a primavera árabe é nada-morta, que ela se limita à mudança de guarda ao seio do Estado e a uma maior abertura para com o islamismo político.

Todavia, este encontre constitui a tentativa contemporânea mais ambiciosa de junção dos movimentos anti-sistêmicos mundiais com um movimento social regional, cujo impacto a nível democrático foi considerável. É deste modo que, desde já, os militantes d’Occupy Wall street ou dos “Y en a marre” no Senegal decidiram participar do evento.

Os movimentos sociais do Quebec, nomeadamente aquelas e aqueles que se identificam com o quadrado vermelho, participarão eles a esta convergência internacionalista das lutas? Várias redes, incluindo o da Alternatives, não deixarão de contribuir. Para pôr em perspectiva os desafios do FSM 2013, voltemos aqui sobre os desafios que irão atravessar a mobilização para este evento.

FSM 2013 : quand l’altermondialisme a rendez-vous avec le printemps arabe

Navigation

Journal des Alternatives, une plateforme altermondialiste

Siga Intercoll.net

Redes sociais - RSS